sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Festival Gastronômico de Valença e suas aulas-show.....

Como os amigos estão cobrando que eu conte um pouco dessa nossa experiência do Festival Gastronômico de Valença, vou começar a contar um pouquinho de cada vez.  Quem acompanha o blog e a minha vida de trabalho já sabe que amo pesquisar, registrar e divulgar nossa gastronomia de raiz, por isso fomos para Valença - Costa do Dendê - Bahia, de malas e cuias, com uma ideia na cabeça: por aqui começamos nosso trabalho de pesquisa, então é por aqui que iremos começar a divulgar o resultado delas.
No início só eu, Jairo e nossos filhos acreditavam na proposta, a medida que fomos apresentando, mostrando o detalhe, o porque do nosso trabalho, vários amigos, colegas  e novos parceiros foram se juntando a nós, e assim surgiu o Festival Gastronômico de Valença, que se transformou num encontro de debates, trocas de ideias e informações, momento de reencontrar amigos e fazer novas amizades.

Começo então nossas postagens sobre o Festival homenageando e agradecendo aos meus queridos amigos, chefes talentosos, antenados, estudiosos da nossa gastronomia, que levaram todo seu brilho e talento para o Festival Gastronômico de Valença. Se fizeram presentes em todos os momentos: dando aulas-show , apoio aos chefes locais participantes dos concursos,  sendo jurados dos concursos, como palestrantes e participando das mesas redondas, dando orientação aos profissionais que os procuravam, sendo atenciosos com os estudantes de gastronomia que estavam presentes no Festival.  Enfim, eles mostraram porque são chefes de cozinha respeitados.

Nossos sinceros agradecimentos aos chefes: 
Alicio Charoth, Claudio Matos, Clodomiro Tavares, Elmo Alves, Jaime Medrado, Maria Darckineder, Richard James.

Que venham outros encontros, outros festivais.....


Aula-show com o chef Alicio Charoth, abrindo a parte gastronômica do Festival. Platéia ligada a cada palavra dita pelo chef Alicio, que apresentou e ensinou como fazer as suas maravilhosas criações. Ao lado o chef Claudio Matos dando uma lição de profissionalismo, apoiando o colega e amigo chef Alicio Charoth.



Chef Clodomiro Tavares, chefe executivo dos Hotéis e Resorts Catussaba, passando o seu conhecimento para o público presente ao Festival.  Lições de humildade, simplicidade e talento que encantou a todos.
Ao lado o chef Alicio Charoth, dando apoio ao amigo chef Clodomiro.


Chef Claudio Matos, recém chegado da Europa, ele nos brindou com suas criações, que deliciou os presentes. De uma forma dinâmica o chef Claudio nos passou o seu conceito sobre a nossa gastronomia.


 Chef Richard James, esse jovem australiano, aceitou o nosso convite e veio para o Festival criar pratos inéditos utilizando ingredientes local. O chef Richard, que coordenou conosco a parte gastronômica do Festival, nos ensina como ser um grande profissional sem estrelismos.


Chef Jaime Medrado, comandou a nossa cozinha de apoio de onde saiam as degustações dos pratos das aulas-show.  Um chefe brilhante, que assumiu a responsabilidade de reproduzir os as criações que os colegas estavam ensinando nas aulas-show, o público é que ficou bem feliz, porque assim pode degustar de cada prato. Chefes  Richard James e Jaime Medrado, grande parceria surgiu no Festival.


Minha querida amiga chef Maria Darckineder, grande apoio no Festival. Presente em todos os momentos, sempre pronta a auxiliar todos os colegas.




Platéia ligada em cada aula-show.  Estudantes e professores de gastronomia e de turismo, chefes de cozinha, cozinheiros, garçons, donos de hotéis e restaurantes, membros de associações e cooperativas, esse era o público presente nas nossas aulas-show. 
Grata a todos vocês que saíram do conforto dos seus lares e foram até Valença prestigiar, apoiar e ser parte ativa no Festival.

Pamonhas Especiais.....



As Pamonhas Especiais de Jailton



Em nossas andanças sempre estamos encontrando novidades. E dessa vez encontramos uma novidade prá lá de especial: as pamonhas de Jailton.
Conversando com Simone e Jaciara, da Associação de Baianas de Acarajé de Valença, elas perguntaram se eu já tinha conhecido Jailton da Pamonha, que faz umas pamonhas maravilhosas, pedi logo o contato e fui atrás dessas pamonhas.
Pamonha de aipim, de quiçare, de tapioca, de puba, são alguns dos sabores das pamonhas feitas pelo Jailton. Não sei definir qual é a melhor, a mais saborosa, mais macia.
Experimentamos de todas, o jovem Jailton é inventivo, zeloso pelo seu trabalho, prepara suas pamonhas com muito carinho e higiene.  As pamonhas são feitas em dois tamanhos: uma maior para lanche, e outra menor para eventos, todas são enroladas na folha de bananeira e recheadas com coco fresco ralado.
Indo a Valença não deixem de procurar Jailton da Pamonha, todas as tardes tem pamonhas quentinhas, sempre feitas no dia, aí é só fazer um cafezinho para ter um final de tarde perfeito.
Jailton da Pamonha também aceita encomendas para eventos, ele tem atendido pedidos inclusive para outras cidades.
É claro que convidamos Jailton para participar do Festival Gastronômico de Valença, onde ele fez o maior sucesso, o público provou e aprovou as suas pamonhas.