quarta-feira, 5 de setembro de 2012

PÃO DE ABÓBORA: O PÃO DOS MEUS MENINOS

 
Quando meus filhos eram pequenos esse era o pão preferido deles.  Esse não podia faltar. Fazia de todo formato: trança, rosca, na forma, mini-pães..... como fizesse era sucesso garantido.
Faz um tempo q não quis mais fazer o pão, talvez para não sentir saudades do tempo que meus filhos eram crianças e viviam em torno de mim e das minhas comidinhas....
Mas enfim de tanto Vinicius falar do pão de abóbora e de Vicente ligar sempre do trabalho  pedindo: mãe faz pão de abóbora.  Taí o pão de abóbora meninos.......
 

                                          A massa super-delicada sendo trabalhada.....


                              O pão já modelado, depois que descansou e dobrou de tamanho......


                                              O pão saiu do forno, quentinho e cheiroso.......


                                           O pão desenformado......pronto para ser degustado.....


A receitinha do Pão de Abóbora:

Abóbora cozida - 03 xícaras
Água - 01 xícara
Ovo - 01 unidade
Óleo - 03 colheres de sopa
Sal - 01 colher de sopa bem rasa
Açúcar - 01 colher de sobremesa
Fermento biológico granulado - 01 colher de sopa
Farinha de trigo

Fazer um purê com a abóbora cozida no vapor.
Colocar 05 xícaras de farinha de trigo na bancada, acrescentar o açúcar, o sal e o fermento, misturar bem.  Fazer um vulcão no centro da farinha, colocar na cavidade a água, o óleo e o ovo,  trabalhar os líquidos com um garfo ou uma colher,  puxar a farinha aos poucos, trabalhar a massa com as mãos.
Vá polvilhando farinha aos poucos se necessário, tendo cuidado para não colocar muita farinha.
Fazer uma bola com a massa, untar com manteiga, deixar crescer até dobrar de volume.
Untar a bancada com óleo, colocar a massa e modelar.
Nesses da foto, dividi a massa em duas partes, abri com o rolo, coloquei em formas de pão untadas com óleo e levemente polvilhada com farinha. Deixei descansar até dobrar de volume.
Pincelei os pães com gema e azeite doce.
Forno pré-aquecido.

Nenhum comentário: