quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Angical, a prosa continua, porque a agricultura familiar tem muitas riquezas e diversidades


Como nasceu essa nossa relação de respeito e admiração pela agricultura familiar de Angical, cidade do Oeste da Bahia?  Bem, esse é mais um bom e saboroso fruto do projeto Festival LEM Gastronomia, que nas suas três edições trouxe a tona tantos homens e mulheres com suas belas e fortes histórias de lutas e vitórias.
Nossa querida Natalina, com sua proposta de valorização e incentivo a agricultura familiar do seu município organizou a presença de Angical no LEM Gastronomia e o que vimos durante os três dias do Festival foi um show de competência, talento e comprometimento.
 Agricultura familiar fazendo a diferença.

  
O estande de Angical foi um dos mais bem caracterizados e com uma rica gastronomia.


Bolos, brevidades e biscoitos de diversos sabores,  produzidos com ovos, aipim, polvilho da agricultura familiar de Angical.  E é claro o famoso queijo do Sr. Didi, pequeno produtor que zela pela qualidade e sabor dos queijos que produz, ele acompanha desde o boi no pasto, alimentação e vacinação do animal, transporte e armazenamento do leite, para garantir que chegue um queijo de alta qualidade à mesa do consumidor. O pequeno produtor fazendo a diferença.



Irá e Luza prepararam no fogão a lenha a famosa galinha caipira de Angical e claro com o pirão. Todos os produtos: galinha, temperos, farinha de mandioca veio da agricultura familiar. 


 Galinha pronta, Irá e Luza com o sentimento de dever cumprido. 


Show de simpatia! Cativou o público!


Tava bom demais.


 Só tenho a agradecer pela participação tão bonita das mulheres de Angical no LEM Gastronomia.
Assim nascem as boas parcerias, com respeito e valorização do trabalho de cada um.
E vamos em frente que temos muito trabalho pela frente.
Ainda teremos mais prosa sobre Angical e sua agricultura familiar.

Nenhum comentário: